Haverá algum vínculo entre história de vida e doença? Conhecendo-se o percurso existencial é possível prever a saúde da pessoa no futuro? Pode-se admitir que sim. A pesquisa exposta neste livro sugere que a gravidade e rapidez na evolução da enfermidade guardam conexão com a trajetória de vida. Existem semelhanças unindo os dois fenômenos que, embora frequentemente distanciados no tempo, emitem sinais suficientes para o estabelecimento do prognóstico, e sustentam a tese do ser humano como unidad
Model: LIVRO
Product ID: 445
Product SKU: 445
New In stock />
HISTÓRIA DE VIDA E PROGNÓSTICO

HISTÓRIA DE VIDA E PROGNÓSTICO

Modelo:LIVRODisponibilidade: DISPONIVEL Referência: 604


Por:
R$ 50,00

R$ 47,50 à vista com desconto Depósito Bancário
ou 1x de R$ 50,00 sem Tarifa
Simulador de Frete
- Calcular frete

Haverá algum vínculo entre história de vida e doença? Conhecendo-se o percurso existencial é possível prever a saúde da pessoa no futuro?
Pode-se admitir que sim. A pesquisa exposta neste livro sugere que a gravidade e rapidez na evolução da enfermidade guardam conexão com a trajetória de vida. Existem semelhanças unindo os dois fenômenos que, embora frequentemente distanciados no tempo, emitem sinais suficientes para o estabelecimento do prognóstico, e sustentam a tese do ser humano como unidade mente-corpo.
Estratifica-se o Prognóstico em cinco tipos, do muito desfavorável ao muito favorável: Complicado, Progressivo, Estagnado, Residual e Resolvido, dependendo especialmente de como o indivíduo aproveitou a principal oportunidade e a maneira que lidou com a maior dificuldade de sua vida, além de situações marcantes de sua experiência psicoafetiva ou realização pessoal.
A história de vida dos pacientes, cujas doenças são graves ou fatais, associa-se a sentimento de revolta ou inconformação no pretérito, caracterizando o tipo Complicado; as enfermidades crônicas que persistem em constante piora, condizem  com a vivencia de conflitos  que se acentuam continuamente, no Progressivo; quando a doença tende à recidiva ou sequela estável ou, ainda, à cura fortuita, verifica-se ligação com a carência ou culpa, no Estagnado; chances de restauração as saúde emparelham-se com resiliência existosa, após demorada frustação afetiva, no Residual;  e casos curados há diversos anos relacionam-se à prontidão solidária e altruísta para sanar os desafios em família e/ou sociedade, no Resolvido.
Conclui-se que o prognóstico fundamentado na história de vida fornece evidências para corroborar a atividade clínica em diversos campos profissionais, inclusive nas ações voltadas para a saúde pública, em especial no campo preventivo.
Ante a riqueza do tema, o autor percorre as fronteiras do prognóstico na medicina contemporânea, reflete sobre a excessiva influência da anatomia patológica na clínica e ensaia um paralelo entre ciência e sexualidade a partir do mito Adão e Eva. Além disso, apresenta uma resposta à obra O tempo e a Ordem: sobre a homeopatia, sustentando um debate cordial acerca de suas críticas. Urge, porém, sair da discussão limitada à teoria homeopática – carente de reformulação -, e adentrar na investigação empírica, constatando o seu admirável potencial terapêutico.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira os produtos